Poesias, crônicas, contos e dramaturgia escritas por: Geraldo Bernardo, tendo como cenário o sertão, seus personagens e mitos.


Home » » O “cabra bruto” e o demagogo

O “cabra bruto” e o demagogo

Escrito por : Geraldo Bernardo em quinta-feira, 13 de julho de 2017 | 8:26 AM




Mote:
Todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.

Há quem tenha muita modéstia,
pessoas assim... Já desconfio.
Cedo aprendi com meu tio:
um só dente faz mal a réstia;
“Bom ar” não desfaz moléstia;
riso é disfarce de escrotos;
Viver livre, leve e solto
pode, quem não é encangado.
Todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Vejo uns e outros cheios de inveja
com o modo como eu vivo.
Ora! Se ao meu chefe sirvo,
Ilações sobre mim sobeja,
há atrevido que veja
algum motivo maroto;
Safado de ânus roto,
invejoso e mal amado.
Nem todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Ele se proclama assessor
de um poderoso qualquer
faz até papel de mulher.
Defende-o com todo amor,
com carinho e com fervor
que se chutar de um, o escroto,
quebra todos dentes do outro.
És um felador safado.
Todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Todo sujeito azedo
tem inveja do sucesso
de quem vive o progresso.
Quem é assim vive o medo,
até de si tem segredo.
É tal qual rato no esgoto.
Fica preso no goto
todo seu palavreado.
Nem todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Sempre vivi de meu suor,
na labuta todo dia.
Sinto até certa agonia
com mofino de marca maior,
que não prega um prego só,
quem vive é assim é o capiroto,
rastejando no esgoto,
pelo mal é dominado.
Todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Não precisei de escola
pra que aprendesse viver.
Também não sei o que é sofrer
só labutei atrás de bola,
suar comigo não cola,
sou assim desde garoto.
Só quero dengo de broto
e assessorar deputado.
Nem todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.


Este indivíduo sem classe
num passa de um reles babão
destes o mundo tem de montão.
De nada vale seu passe,
era melhor que se calasse,
sua voz parece arroto,
fedida tal qual esgoto
boca de bueiro estourado
Todo pau que é mandado
vive do gozo dos outros.



Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Obrigado!

Video - Vale dos Dinossauros

Arquivo do blog

Receba atualização via E-mail

Seguidores

Facebook

Quem sou eu

Postagens populares

Tempo Agora

Total de visualizações

 
Suporte : Tradução e Edição | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. Matuto Beradeiro - Todos os direitos reservados
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Tecnologia : Blogger